Acesse o menu principal
Blog do Google Brasil
Google.org

Google.org e Laboratoria: parceria para fortalecer a economia digital na América Latina



Estamos enfrentando uma nova realidade que exige se adaptar a diferentes formas de trabalhar, interagir com amigos e parentes – e, acima de tudo, de aprender. Os últimos meses permitiram perceber a imensa capacidade do ser humano de se ajustar à realidade, mesmo quando há obstáculos pelo caminho, e ajudaram a valorizar ainda mais os recursos que temos à nossa disposição na atualidade. Graças ao mundo digital, podemos nos manter informados mesmo que não seja possível estar fisicamente próximos. Em nenhuma área isso tem se mostrado mais importante do que na educação. 

O atual contexto nos ensina que a resiliência é fundamental para superar as dificuldades impostas pela pandemia – assim como são cruciais a educação e o treinamento, ferramentas que abrem oportunidades até recentemente inimagináveis. Pensando nisso, e considerando que o presente contexto aumenta a necessidade por capacitação e educação, o Google.org (braço filantrópico do Google) vai doar US$ 1 milhão ao longo dos próximo três anos para a Laboratoria

Esta organização sem fins lucrativos cria programas de educação e capacitação para mulheres na área de economia digital – trabalho ainda mais importante agora, já que elas foram profundamente afetadas pelos impactos econômicos do coronavírus. Números da consultoria McKinsey mostram que as mulheres representam 39% da força de trabalho, mas arcam com uma fatia maior do desemprego: 54% dos postos fechados recentemente eram ocupados por mulheres.

A doação feita pelo Google.org tem o objetivo de treinar e capacitar mulheres do Brasil, Chile, Colômbia, México e Peru, para que elas adquiram as habilidades exigidas pela economia digital dos dias de hoje. Com isso, será possível atingir 1.800 mulheres de diversos perfis e histórias, todas em busca de carreiras ligadas à tecnologia – como desenvolvedoras e UX designers. As participantes vão cursar um bootcamp (uma espécie de “intensivão”) ou o “Programa de preparação para o trabalho”, realizado graças a parcerias com organizações dedicadas à empregabilidade.

A ideia desse programa realizado com parceiros é apoiar as mulheres que não forem aceitas no “Bootcamp”, para que elas também aumentem suas chances de conseguir um emprego. O projeto terá um formato híbrido, em parte presencial e em parte remoto. Serão oferecidas oficinas, webinars, palestras e outras formas de conteúdo sobre temas como autoconhecimento, foco no crescimento e identificação de oportunidades de trabalho, entre outros.

Tudo isso é resultado de uma estreita colaboração entre Google.org e Laboratoria. Ambos têm trabalhado juntos nos últimos anos para desenvolver iniciativas que buscam fortalecer os programas da entidade sem fins lucrativos. Um exemplo: foi lançado um projeto de “maratonas de design” com voluntários do Google, de nossos escritórios em diversos países, para fortalecer a estrutura dos cursos e os modelos de aprendizado das diferentes iniciativas oferecidas pela Laboratoria. Graças a esse esforço foi possível desenvolver conteúdo online para cerca de 8.400 candidatas ao bootcamp da Laboratoria.

Já o Google.org está sempre trabalhando para promover formação na área de economia digital. Colaboramos com a Laboratoria desde 2017, focados em fortalecer ainda mais os projetos de capacitação para mulheres de toda a região. Entre 2017 e 2019, a parceria entre Laboratoria e Google.org transformou 1.300 mulheres em desenvolvedoras ou UX designers – e cerca de 75% delas posteriormente conseguiram trabalhos no setor de tecnologia.

Essa colaboração está intimamente ligada ao principal objetivo do Google.org: promover a educação tecnológica e o desenvolvimento de habilidades digitais para fortalecer comunidades em várias partes do mundo. E diante de um cenário econômico tão complexo quanto o atual, essa meta é mais importante do que nunca. Ajudamos milhares de pessoas interessadas em construir projetos, mesmo sob as condições mais adversas, e queremos que elas aprendam a usar e coloquem em prática novas ferramentas capazes de abrir portas para um universo de grandes possibilidades – beneficiando não apenas suas famílias, mas também a comunidade e o país como um todo.