Acesse o menu principal
Blog do Google Brasil
Googlers

De dono de balada em São Paulo a gerente de Compras no Google, conheça o Leandro Polito

Leandro de p[e em frente a uma parede do escritório do Google em São Paulo.

Com objetivo de apresentar algumas pessoas que são importantes para o desenvolvimento do Google na parte de diversidade, equidade e inclusão, damos início a uma série de entrevistas com aqueles que contribuem para a evolução de nossos produtos, tornando-os melhores e mais úteis para todos os grupos, sejam eles sub-representados na sociedade ou não.

Leandro Polito é Gerente de Compras no Google e fundador do comitê interno de funcionários com deficiência no Google Brasil. Formado em Administração de Empresas pela FAAP e com experiência em multinacionais, foi diagnosticado com Stargardt aos 10 anos de idade, doença conhecida por ser a forma mais comum de degeneração macular juvenil congênita. Hoje, aos 38 anos, possui baixa visão.

Desde que começou a trabalhar no Google em 2012 e de ter fundado o comitê na unidade brasileira um ano depois, organiza eventos sobre acessibilidade e inclusão no escritório de São Paulo, com a finalidade de conscientizar os Googlers sobre diferentes tipos de deficiência.

Em 2021, Leandro foi transferido para o escritório do Google nos Estados Unidos, onde continua colaborando com as iniciativas de acessibilidade e inclusão tanto para os EUA quanto para o Brasil.

Quer saber mais sobre o Leandro? Confira a entrevista abaixo. Boa leitura!

Como você descreveria seu trabalho no Google para uma criança?

Trabalhar no Google é mais que um sonho, eu amo o que eu faço e o ambiente é incrível . Aqui tenho a oportunidade de realizar meu trabalho em um horário muito flexível e em uma cultura muito respeitosa. A empresa também proporciona muitos benefícios para garantir nosso bem-estar mental e físico: às vezes, eu me pego passando a tarde jogando videogame com meus colegas de trabalho, ou na academia após o horário do trabalho, para fugir do trânsito. Impossível não citar os snacks que encontramos em nossas cozinhas, que são nossos principais pontos de encontro nos escritórios! Sou apaixonado pelo espaço de café, onde todas as semanas temos novos cafés produzidos e inventados pelo nosso chefe.

Além disso, é uma empresa onde temos muitas responsabilidades e trabalho, por isso, precisamos estar sempre dispostos a aprender e compartilhar experiências com os colegas.

Qual sua visão sobre a importância e a urgência de tratar o grupo de pessoas com deficiência como prioridade?

Na minha opinião, em um País onde temos um grande problema econômico e social, esse grupo é ainda muito esquecido. Foi isso que me motivou a criar o comitê de pessoas com deficiência no Google Brasil, que é uma empresa que preza muito o tema de Diversidade e Inclusão. Vi a oportunidade de ajudar nossa comunidade interna, além de ajudar, apoiar e impactar nossa comunidade externa a pensar em formas de promover inclusão e acessibilidade para esse grupo.

Em relação a sua carreira, pode contar um momento difícil e como fez para seguir em frente?

Eu, como uma pessoa com deficiência, sei que meu grupo ainda sofre diversos preconceitos e é esquecido pela sociedade diariamente. Tiveram muitos momentos em minha vida que tive que enfrentar e ser muito forte para seguir com meus sonhos, mas pude contar com o apoio de minha família, onde meus pais me deram muita força para continuar. Sei que há muitas pessoas iguais a mim que também precisam desse apoio, para que possam ocupar mais espaços nas organizações.

O que as pessoas ficariam surpresas ao saberem sobre você?

Sou apaixonado por exercício físico e academia e também louco por música eletrônica - meu hobby no passado era tocar em festas como DJ. E já fui dono de boate em São Paulo!

Leandro abraçado com seu cachorro Golden

Como você se preparou para a entrevista no Google?

Para minha primeira entrevista no Google, fui entender muito bem sobre a empresa (missão e visão), seus principais produtos e serviços, para ter um conhecimento mínimo do ambiente em que eu estava prestes a fazer parte. Também me preparei muito para a vaga que eu estava concorrendo e levei muitos exemplos das minhas funções anteriores, que justificavam toda a minha experiência.

Diga o nome de uma pessoa com deficiência que merece uma busca no Google para conhecermos mais sobre ela.

Tenho uma lista gigante que poderia passar o dia escrevendo aqui rsrs, mas gostaria de falar sobre o meu irmão, Sonny Polito, que também possui uma deficiência visual assim como eu. Ele é uma pessoa incrível, forte e dedicada, superou e vem superando muitos obstáculos. Como eu, Sonny é apaixonado em ajudar o próximo, principalmente outras PcDs, Fundou uma startup, a Inclue, para ajudar a comunidade a ter uma melhor experiência no mundo do varejo.

Artigo relacionado

Conheça Mariana Torquato, criadora do Vai uma mãozinha aí? e gerente de parcerias do YouTube Brasil

São muitas as mulheres que me inspiraram no dia a dia trabalhando no Google. Uma delas é a Mariana Torquato, que, além de atuar como Gere...

LEIA O POST