Acesse o menu principal
Blog do Google Brasil
Google News Initiative

Esses projetos ampliam o alcance das checagens de fatos sobre vacina pelo mundo

Article's hero media

O rápido processo de desenvolvimento da vacina COVID-19 e a grande ansiedade causada pela pandemia tornaram o assunto vacinação particularmente suscetível à desinformação. Os jornalistas desempenham, assim, um papel fundamental no apoio a um discurso baseado em evidências, ouvindo as preocupações da população e fornecendo informações corretas sobre conteúdos equivocados ou enganosos que circulam online e offline.


Com o objetivo de apoiar esse trabalho, a Google News Initiative lançou um Fundo Aberto Contra a Desinformação de Vacinas COVID-19 de US$ 3 milhões em janeiro. Em uma janela de três semanas, recebemos mais de 309 inscrições de 74 países.


Hoje, estamos anunciando os 11 projetos que foram selecionados por meio de um extenso processo de revisão que incluiu uma equipe de projeto de 17 pessoas e um júri de especialistas analisando os candidatos mais bem pontuados.


Esses projetos se destacaram por sua tentativa de alcançar públicos sub-representados, explorar novos formatos de checagem de fatos e estratégias rigorosas para medir seu impacto. Cada um compartilhará mais detalhes em seus próprios canais nas próximas semanas. Aqui vai uma breve descrição sobre eles: 
Nosso objetivo é que as lições aprendidas com essas iniciativas apoiem nosso entendimento coletivo de como melhor combater a desinformação sobre tópicos de saúde, seja por meio de novas estratégias de audiência ou novas abordagens para medição do impacto das checagens de fatos. Fique ligado para mais atualizações conforme esses projetos forem avançando.
Postado por Alexios Mantzarlis, líder de Credibilidade de Notícias e Informações

  • O Africa Check, em parceria com o Theatre for a Change, produzirá uma série de programas de drama de rádio interativos em Wolof no Senegal e Pidgin na Nigéria para apresentar checagens de fatos em um formato mais participativo.
  • No Brasil, a Agência Lupa fornecerá checagens de fatos sobre a vacina COVID-19 para uma rede de rádios comunitárias que cobrem os “desertos de notícias” e trabalhará com influenciadores digitais para promover a educação midiática sobre o assunto.
  • Aleteia, I.Media e Verificat.cat trabalharão com um comitê científico e dois centros de pesquisa para obter desinformação e criar um banco de dados de checagem de fatos relacionados, disponível em sete idiomas para a mídia católica em todo o mundo.
  • A Chequeado continuará liderando o projeto colaborativo Latam Chequea, que inclui mais de 20 organizações de verificação de fatos em toda a América Latina. O objetivo é atingir idosos, populações indígenas e jovens de 18 a 26 anos por meio de formatos dedicados.
  • O site digital hiperlocal Escenario Tlaxcala, auxiliado por médicos locais, produzirá conteúdo de verificação de fatos e o distribuirá em todo o estado mexicano em Nahuatl e Otomí por meio de vários formatos, incluindo o uso de alto-falantes para alcançar públicos offline.
  • O Katadata fornecerá uma plataforma para corrigir informações falsas sobre a vacina de COVID-19 e trabalhará com a Indonesia Traditional Wet Market Merchants Association (Asparindo) para disseminar esse conteúdo para “mercados úmidos” em todo o país.
  • No Uruguai, la diaria publicará checagens de fatos e co-criará conteúdo fazendo frente a desinformações sobre a vacina de COVID-19, ampliando seu alcance em parceria com o artista de trap music Pekeño 77 e o roteirista Pedro Saborido.
  • Servimedia e Maldita.es unirão forças para criar conteúdo de verificação de fatos relevante para espanhóis com deficiência, em formatos acessíveis a eles.
  • A Stuff trabalhará em parceria com a Māori Television e a Pacific Media Network para verificar a desinformação sobre a vacina COVID-19 na Nova Zelândia.
  • Um amplo projeto colaborativo liderado pelo The Quint na Índia buscará descobrir desinformações hiperlocais e distribuir checagens de fatos por meio de uma rede de base de mulheres vivendo em zonas rurais.
  • A Univision Noticias e a FactCheck.org trabalharão juntas para produzir checagens de fatos sobre a imunização de COVID-19 como pequenos vídeos explicativos em espanhol e inglês, com um plano para medir seu impacto sistematicamente e alcançar a maioria dos lares hispânicos dos EUA.