Acesse o menu principal
Blog do Google Brasil
Pequenas & Médias Empresas

Como estamos apoiando os empreendedores brasileiros durante a pandemia

Article's hero media

Galileu Fontes começou a fazer teatro aos cinco anos e nunca mais parou. Formado em Artes Cênicas pela Universidade de Brasília, ele encarna o palhaço e mágico Chochou em festas e eventos infantis. Fazer apresentações on-line, no entanto, nunca tinha passado pela sua cabeça. Isso mudou quando a pandemia chegou ao Brasil e, de uma só vez, 30 eventos que estavam agendados foram cancelados. Ele tentou fazer lives e dar aulas virtuais de mágica, mas quando foi procurado para animar uma festa virtual, percebeu que tinha uma forma rentável de continuar trabalhando apesar das restrições.

Galileu Fontes, o palhaço Chochou, no cenário de suas apresentações virtuais
Mas como divulgar para todo mundo que seu negócio continuava funcionando, mas de forma virtual? Com um investimento de R$ 25 por dia no Google Ads – que era o que cabia em seu bolso na época – Galileu conseguiu se conectar com potenciais clientes que estavam buscando pelo seu serviço na Internet e aumentar o número de apresentações em 70%, chegando a uma média de 20 apresentações por mês. O resultado ajudou a recuperar o tempo perdido no início da pandemia.

A história de Galileu é uma entre a de tantos empreendedores brasileiros que, com a chegada da pandemia, se viram obrigados a buscar novas formas de atuar num período de muitas incertezas. Eles encontraram no Google um parceiro para atravessar esse momento turbulento, seja utilizando produtos como o Perfil da Empresa para informar mudanças no horário de funcionamento de suas lojas, utilizando anúncios para continuar se comunicando com seus clientes ou encontrando novos segmentos de negócio para explorar com a ajuda de insights da Busca sobre as mudanças de comportamento dos consumidores.

Neste contexto desafiador e no dia em que completamos 16 anos de presença no Brasil, temos orgulho de anunciar o nosso Relatório de Impacto Econômico referente a 2020. Ele mostra que a Busca e nossas ferramentas de publicidade, o Google Play e o YouTube movimentaram R$ 67 bilhões na economia brasileira em 2020, beneficiando 207 mil empresas, organizações não-governamentais, editores de sites, criadores de conteúdo para o YouTube e desenvolvedores de aplicativos da Play Store.

Apesar das dificuldades que a pandemia trouxe para a economia brasileira, a crise acelerou a digitalização de empresas. Os números do Relatório mostram que muitas delas já estão colhendo os resultados do aumento de sua atividade no ambiente on-line, provando que a internet é, cada vez mais, uma ferramenta de propulsão da atividade econômica. O aumento de mais de 30% no valor movimentado quando comparado com os dados do Relatório de 2019 é um indicativo de que as nossas ferramentas continuam sendo relevantes para que um grupo cada vez maior de pessoas alcance o sucesso no Brasil.


Um novo horizonte

A necessidade de ter uma presença digital na pandemia também se mostrou necessária para a designer Tualá Antônia Marques, fundadora da Casa das Kapulanas. Até o ano passado, ela vendia seus tecidos africanos, conhecidos como capulanas, em feiras e eventos e não utilizava muito o e-commerce como canal de vendas. Com o isolamento social, a empreendedora resolveu testar ferramentas, como o Google Ads, para divulgar seus produtos. O resultado foi que, desde a criação da empresa, Tualá só havia feito 17 vendas pelo site. Depois de se dedicar à construir sua presença on-line, ela passou a receber 135 pedidos por mês.

Tualá Marques, da Casa das Kapulanas, já faz 135 pedidos por mês com a ajuda da web
Já a Consumer, startup de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, conseguiu praticamente dobrar de tamanho durante o último ano, depois que encarou de frente o desafio de ajudar milhares de restaurantes que, de uma hora para outra, tiveram que fechar as portas. Com a chegada da pandemia, a empresa correu para botar na rua uma ferramenta que facilita o delivery próprio de restaurantes. E, para divulgar a nova oferta, concentrou todo o investimento em campanhas no Google para divulgar especificamente esta solução.

Renato Almeida, da Consumer, já atende 30 mil clientes em todo o país
A estratégia deu certo: a empresa teve um aumento de 300% na procura só durante a pandemia, alcançando 30 mil clientes em todo Brasil. Além disso, contratou mais gente: passou de 30 para 70 funcionários. "É gratificante ver os clientes reconhecerem nosso trabalho e ainda poder colaborar para que eles saiam desse momento tão difícil. E o Google tem sido um parceiro fundamental nessa trajetória", diz um dos fundadores da Consumer, Renato Almeida.

Compromisso e responsabilidade

O Relatório de Impacto Econômico de 2020 traduz nosso compromisso em contribuir com a economia brasileira e confirma nosso esforço para que nossos produtos continuem a ser úteis e relevantes, fazendo a diferença na vida de milhares de pessoas. Para conhecer o Relatório em mais detalhes, assim como ler as inspiradoras histórias de empreendedores que destacamos este ano, acesse g.co/impactoeconomico.

Além disso, cientes de nossa responsabilidade em auxiliar a sociedade nesse momento, temos apoiado as comunidades mais afetadas durante a pandemia e já destinamos mais de R$ 150 milhões no Brasil para ajudar diferentes iniciativas de combate aos impactos da COVID-19, em especial, àqueles que têm fome.

Torcemos pelo fim da pandemia o mais breve possível e para que a digitalização e inovação continuem crescendo em ritmo exponencial. Assim, certamente podemos olhar para o futuro com esperança de que teremos mais oportunidades, desenvolvimento, diversidade e inclusão.