Acesse o menu principal
Blog do Google Brasil
Chrome

Dez anos de Chromebook: uma retrospectiva – e um olhar para o futuro



Há dez anos, computação era uma coisa complicada. As máquinas demoravam um tempão para ligar, o hardware era grande e desajeitado, atualizações súbitas e indesejadas eram a regra. Inventados antes da internet, os computadores não estavam acompanhando o jeito com que as pessoas usavam a rede. Foi então que o Google decidiu criar algo novo. A proposta era oferecer uma experiência que priorizasse a nuvem, que fosse rápida, segura e fácil de usar – com um software que se mantivesse atualizado automaticamente. Um computador que ligasse em segundos e continuasse rápido com o passar do tempo.

Os primeiros Chromebooks foram lançados em 2011, em parceria com Acer e Samsung. Hoje os Chromebooks ajudam milhões de pessoas a se manterem conectadas, a trabalhar ou estudar, a se divertir – e essa realidade ficou ainda mais clara ao longo do ano passado. Para comemorar o décimo aniversário do Chromebook, vamos relembrar sua evolução e falar um pouco sobre o que vem por aí.

Ao longo da última década, nos mantivemos fiéis ao projeto original: simplificar a computação e torná-la acessível para todos. Alguns destaques dessa trajetória são o Chromebook Pixel, lançado em 2013 – o primeiro a contar com uma tela touch 3:2, grande e linda, que mudou o jeito de usar laptops. Houve também o primeiro Chromebook com tecnologia USB-C, em 2015, que permitiu aos usuários transferir dados e carregar o aparelho rapidamente – tudo isso usando uma novidade que acabou se tornando um padrão universal. E, em 2017, apresentamos o Chromebook com chip de segurança Titan C, criado pelo Google para proteger a identidade e a segurança do usuário.

Além disso, o Chromebook para Educação continua ajudando professores e alunos a modernizar a experiência de ensino e aprendizado, enquanto o Chromebook Enterprise facilitou o controle de TI para muitas empresas. Nosso console Google Admin mudou de forma radical a maneira de controlar os aparelhos, facilitando imensamente a gestão de milhares de Chromebooks a partir de um ponto central. Esse console apoia os administradores na tarefa de organizar a escola ou a empresa com agilidade, além de acabar com os incômodos de gerir a área de TI no cotidiano de uma grande organização.

Durante todo esse tempo, mantivemos o compromisso de deixar todos os Chromebooks mais rápidos e inteligentes de forma automática, com atualizações que rodam no plano de fundo, a intervalos de algumas semanas.

Atualmente trabalhamos com vários parceiros importantes – Acer, ASUS, Dell, HP, Lenovo, Samsung, AMD, Intel, MediaTek, Qualcomm e outros – para fazer Chromebooks de vários formatos e tamanhos, além de colaborar com mais de 20 parceiros do Works With Chromebook [funciona com o Chromebook] tais como Anker e Logitech, que fazem acessórios compatíveis para que os usuários aproveitem esses computadores ao máximo. Graças aos aplicativos da internet e da Google Play Store, é possível fazer ainda mais, explorar a criatividade ou apenas encontrar jeitos divertidos de passar o tempo. Quem gosta de games também encontra nos Chromebooks plataformas de jogos na nuvem, como Stadia e GeForce NOW.

Um brinde aos próximos dez anos!

Eu lembro de quando ganhei meu primeiro computador: eu o usava para realizar algumas poucas tarefas, muito básicas, como digitar num processador de texto, fazer contas simples na calculadora, esse tipo de coisa. Quando a gente avança no tempo até os dias de hoje, sabe que atualmente essas máquinas servem para trabalhar, estudar, ver séries de TV, conversar com amigos e parentes. E fazemos tudo isso em vários aparelhos: celulares, tablets, laptops. Ao contrário do que acontecia no passado, as pessoas devem ter acesso a seus dados e a uma experiência coerente e uniforme em todas essas ferramentas e dispositivos. Por isso, para comemorar os dez anos do Chromebook, estamos lançando um conjunto de recursos que permite transitar facilmente entre aparelhos, além de ferramentas que vão melhorar – e muito – a sua produtividade.

Continuamos trabalhando para garantir que o Chromebook seja o melhor aparelho para ensinar e aprender – e também para ajudar as empresas a ganhar escala.

Lá se vão dez anos – mas isso é apenas o começo. Seguimos buscando maneiras de tornar o Chromebook ainda mais útil e simples para todos. Exemplos desse trabalho são o uso de inteligência artificial para ajudar os usuários de forma proativa, a integração de tecnologias de sensores para criar experiências mais personalizadas, a expansão do nosso portfólio de aparelhos com conectividade celular e um trabalho incessante para garantir que diferentes dispositivos funcionem cada vez melhor, juntos.

Enxergamos um futuro em que os Chromebooks continuem ajudando as pessoas a fazer uma porção de coisas, oferecendo experiências úteis e seguras. Um brinde aos próximos dez anos – e a um computador que está ficando cada vez mais inteligente, mais potente, mais simples e mais acessível a todos!